Humanidades

Em destaque:LEONOR BELEZA – Entre a luz de Lisboa e o brilho da Ciência” – Daniel Serrão à conversa com Leonor Beleza sobre a Fundação Champalimaud.
Leia aqui!

Catadores de Sonhos

???????????????????????O som mágico de cavalos cansados, passos rasgados, carroças puxadas…

A visão nítida de rostos queimados, braços esticados, carretas levadas fez com que me aproximasse de vocês.

Catadores de papel, colecionadores de restos, bagagem de dejetos.

Quanto caos e também quanta luz!

O encanto não sumiu com o meu pranto…

O encontro não abafou meu grito de espanto.

Meu pranto não faz desaparecer o encanto que experimento ao encontrá-los.

Pelas ruas andam empurrando seus carros, seus medos, exorcizando a miséria.

Sinto que, em cada rosto encontrado, há um apelo que parte de mim a uma necessidade maior de apontar, mostrar as impossibilidades de opções…

???????????????????????Eles não percebem…

Eles nada podem fazer…

E nós?

Muitos são, pouco tem e carregam fardos de nossas vidas.

O excesso de nosso cotidiano. A sobra de toda uma sociedade.

Muito vi, muito aprendi e sei que muito vou deixar.

Registro um mundo de impossibilidades, janelas fechadas e portas cerradas! A quem compete descerrar? Passiva não posso permanecer!

Meu grito é expresso em cores e rostos, meu apelo são ícones do cotidiano, minha mensagem é por mais vida…

Em tantas caras, muitos gestos surgem vocês, catadores excluídos!

Meu pincel conduz linhas, formas e sentimentos. Minha obra traduz a esperança que sinto de incluí-los no meu mundo onde é permitido sonhar…

No universo onde se permite conhecer e optar.

Aprendi em trôpegos passos que o melhor olhar é o do sentir…

Como não ver imagens tão fortes, vividos momentos, pacto travado, registro fixado…

Perambulam ávidos em toscos carros, ilusões…???????????????????????
Catam.
Papel.
Papelão.
Plástico.
Frascos.
Fardos.
Fatos.
Traduzem em sua caminhada anseios, devaneios e sonhos.

 

“Gostaria de ter o poder de encher-lhes o coração da curiosidade sagrada que tornam nossa existência interessante”.

(LOON, 1958)

 “Vivemos imersos e apoiados num enorme desconhecido que é a realidade que, em nossa vã ignorância, julgamos conhecer”.

(GAMBINI, 1999)

Ilse Ana Piva Paim
Mestre em educação
Artista Plástica

 

3 pensamentos sobre “Humanidades

  1. “Ser-se espiritual significa ser-se mais compassivo, carinhoso e bondoso. Significa chegar-se a pessoas com um coração caridoso sem esperar nada em retorno. Significa compreender-se que há lições mais elevadas para se aprender e, depois de as aprendermos, saber-se que ainda há lições mais elevadas.” (Brian Weiss)
    Ser Mãe é A lição da vida! Ter o coração fora do corpo. Amar com um amor incondicional que nada espera em troca. Apenas ao alcance do nobre género Feminino.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s